VOLVO CARS BRASIL: QUEDA DAS VENDAS DE 28,8% EM NOVEMBRO

 

Com total de 34.193 unidades emplacadas, no acumulado do ano, setor anota alta de 29,4% ante igual período de 2017. Participação dos veículos importados da Abeifa no ano é de 1,52%.

Em novembro último, porém, com 2.947 unidades, associadas à entidade anotaram queda de venda de 15,4% em relação a outubro de 2018 e alta de 12,7% ante novembro de 2017.

 

- Com isso, fechamento do ano deve ficar abaixo das 40 mil unidades previstas inicialmente.

 

04/12/2018 - As dezesseis marcas filiadas à Abeifa - Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, com licenciamento de 2.947 unidades, anotaram em outubro queda em suas vendas de 15,4% em relação a outubro último, quando foram vendidas 3.484 unidades importadas. Ante igual período de 2017, o resultado de novembro é 12,7% maior. Foram 2.947 unidades contra 2.614 veículos emplacados em novembro do ano passado.

 

No acumulado, as associadas à Abeifa anotaram 34.193 unidades importadas licenciadas, alta de 29,4% em relação às 26.427 unidades emplacadas de janeiro a novembro de 2017.

 

"Definidas as eleições, o dólar já deu sinais de baixa e de estabilidade. Mas, logo a moeda norte-americana voltou a subir. Além disso, em novembro tivemos três importantes feriados, o que reduziu o número de dias úteis. Esses dois fatores acabaram influenciando o desempenho do setor de veículos importados", explica José Luiz Gandini, presidente da Abeifa.

 

Para Gandini, "em dezembro, esperamos recuperar o terreno perdido em novembro. mas dificilmente conseguiremos atingir a meta de 40 mil unidades licenciadas no ano. De qualquer forma, 2018 ficará marcado como o ano da recuperação do setor, depois de cinco anos de dificuldades por conta da sobretaxa do IPI. Devemos anotar um crescimento da ordem de 30% em relação a 2017".

 

As cinco marcas que mais venderam, de janeiro a novembro de 2018, ante igual período de 2017, foram a Kia Motors ( 10.729 unidades / +39,6%), Volvo (6.070 / +94,6%), Jac Motors (3.666 / +15,2%), BMW (2.510/ +28,2%) e Suzuki (2.284 / +0,0%).

 

No mês de novembro, comparado a outubro último, Kia Motors (867 / -9%), Volvo (638 / -28,8%), Land Rover (239 / +44%), Jac (234 / -28,2%%) e BMW (187 / -24,9%) formam o quadro das cinco marcas que mais licenciaram.

 

Participações - Em novembro último, o total de 2.947 unidades importadas da Abeifa significou 1,33% do mercado interno, que emplacou 221.317 automóveis e comerciais leves. Se considerado somente a importação total, as associadas à Abeifa responderam por 11,73% (do total de 25.134 unidades importadas).

 

 

 

Volvo Cars no Brasil

Em novembro, a Volvo Cars Brasil emplacou 638 carros contra 896 carros em outubro, ou seja uma queda de 28,8%!

 

A queda das vendas veio principalmente do compacto SUV XC40, com somente 179 unidades vendidas no mês passado. Ao todo, já são 2.041 carros vendidos desde março, quando o pequeno SUV foi lançado. 

 

Após registrar seu recorde de vendas em outubro, o Volvo XC40 (179) caiu da primeira para a quarta colocação dos importados. O top 5 foi completado pelo também novato Jaguar E-Pace (120). Pelo quinto mês consecutivo sem atingir 100 unidades mensais, o Range Rover Evoque (84). Muito próximos, BMW X2 (53) e Mini Countryman (48) fecharam a lista.

 

O XC60, modelo premium de tamanho médio, mantém consistente seu crescimento mesmo após um ano do lançamento no mercado nacional. Já entre janeiro e novembro deste ano são 2.648 carros emplacados. Com a chegada da versão diesel em duas configurações, mas também da nova versão híbrida T8 , o carro será mais uma vez o modelo mais vendido da história da fabricante sueca no Brasil

 

Ainda líder no acumulado do ano – a vantagem sobre o Volvo agora é de apenas 36 unidades -, o Land Rover Discovery Sport (143) teve o seu mês mais fraco desde junho de 2015 (150). Com isso, o Mercedes GLC (130) encostou de vez na briga pelo segundo lugar. Quarto, o BMW X3 (98) venceu a batalha contra Audi Q5 e BMW X4, ambos com 73 emplacamentos.

 

Os números de vendas são acompanhados também pelo XC90, o utilitário esportivo que iniciou a grande renovação de produtos pela qual a marca passa no mundo – Brasil incluído. Líder de sua categoria, o SUV já emplacou 791 unidades em 2018.

 

Numa disputa alemã pelo último lugar do top 5, o Mercedes GLE (41) levou a melhor sobre o Porsche Cayenne (27), ambos com vantagem sobre dois BMW em baixa: X5 (19) e X6 (16). Modelo mais exclusivo da lista, o Maserati Levante repetiu as três unidades do ranking anterior e deixou para o Mercedes GLS (2) a lanterna.

O sedã S90 que iniciou as vendas em setembro ( com uma única versão híbrida T8 ) emplacou 4 unidades em novembro.

 

O V40 emplacou 28 unidades em novembro . No ano que vem, a Volvo vai apresentar o novo modelo.

 

O V60 emplacou em novembro 21 veículos.

 


Entre janeiro e novembro de 2018, a Volvo Cars Brasil comercializou 6.070 automóveis, um crescimento de 94% em relação ao mesmo período de 2017. Com uma linha completa de utilitários esportivos, é líder da categoria com o XC90 (alta de 72%, de 461 para 791 unidades), consolidou o XC60 como referência entre os veículos médios (cresceu 26%, com 2.648 unidades) e tem no XC40 um sucesso instantâneo com 2.041 vendas desde abril.
A marca deve fechar 2018 com mais de 6.500 carros vendidos, quase dobrando seu volume em relação ao ano anterior.

 

 

ArtigoVolvo Cars anuncia um aumento de 8,3% das vendas em novembro

 

 

 

Fontes: Abeifa - Motor1 - Fenabrave - ilustracão 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

VOLVO BLOG

  • Facebook Volvo Blog
  • Pinterest Volvo Blog
  • Instagram Volvo Blog
  • Twitter Volvo Blog
​SÃO PAULO - SP- Brasil

© COPYRIGHT 2017-2019 VOLVOBLOG | Todos os direitos reservados | Volvoblog é um site independente que não tem nenhuma relação com a Volvo Cars |   Inscrito no CNPJ sob o n° 21.762.759/0001-81